Pages

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

FEliz AnO NovO

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Receita de Ano Novo - Drummond

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Sentimentos de Natal!!! aos meus amigos

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Será que existe uma força maior?

As vezes nos pegamos pensando se realmente existe essa força maior, e se ela existe por que existem algumas coisas que nos derrubam  e nos tiram o chão!

A resposta é simples, essa força maior existe, e está dentro de nós, as vezes não sabemos como segurar alguns rojões e achamos que fomos abandonados, mas vamos pensar... quando algo nos derruba, logo em seguida a gente não acaba encontrando forças em algum lugar? A gente não acaba encontrando aquele ombro amigo onde não imaginávamos?

E porque será que essa força chega de repente... a resposta é simples, por que somos fortes, e porque sim há algo ainda maior que sabe o que coloca em nosso caminho. Minha mãe e minha avó sempre disseram, Deus nunca coloca em nossas costas o peso que não conseguimos carregar... e assim seguimos a vida... caindo, levantando e encontrando obstáculos... e tudo é um grande aprendizado.

Temos que saber lidar com cada situação que a vida nos impõe e aprender com elas... vamos chorar,, vamos nos abalar mas com certeza sairemos mais fortes de tudo o que acontecer...

Acreditar é a palavra. orar faz bem  e saber que tudo é possível quando se acredita é fabuloso.

Esse post é especial para uma amiga que precisa de força... Má, estou aqui, sempre ao seu lado..e sei que dentro dessa pequena mulhar há uma enorme gigante, força e muito amor... tudo vai passar e voltar a seus devidos lugares!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Energia interior...todo mundo tem!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Luiza Possi - Paisagem

Essa é uma música especial para as pessoas que mais amo nessa vida!!!!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

hohoho... pensando no natal!

 
Faz muito tempo que venho pensando na noite de natal... durante alguns anos deixei de lado algumas coisas que sempre gostei, e não culpo ninguém por isso, embora a gente geralmente abra mão  por outras pessoas. E a gente abre por gostar dessas pessoas e não querer que elas se sintam fora do contexto...não é culpa de ninguém, é só adaptação mesmo.

Mas voltando ao Assunto, pensar no natal faz bem, planejar a festa em família, programar amigos secretos, montar presentes pensando nas pessoas que se ama...isso tem um valor gigantesco. E não estou falando de presentes e nem de valores, mas de sentimentos.

Apesar de toda a diferença que existe em nosso país, todos tem sua maneira de comemorar esta data, uma data onde a união das famílias é celebrada, pelo menos uma vez, sendo que muitas vezes, durante o decorrer do ano, por pura falta de tempo, famílias inteiras não conseguem se encontrar.

Esta é uma época para vestirmos nossa alma nas cores do natal e celebrar a união, a amizade e o amor... pensar em coisas boas  e começar a semear coisas novas.

Então ta na hora de começarmos a pensar no natal e nas coisas boas que essa época nos traz.. contagem regressiva para o dia 25..que venha a alegria, que venham os sinos, que venham amigos, famílias e irmão, vamos começar desde já a celebrar... celebrar o que nso une, celebrar nossa força e nosso amor... e a cada celebrar que estejamos pensando desde já com uma aura de natal!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Crescer!

"Crescer não é evoluir, crescer é ficar maior. Evoluir é ficar melhor."

Autor Desconhecido

As Delicias da Amizade!

Gosto muito de falar sobre meus amigos aqui em meu blog, e principalmente fazer uma Ode à nossa amizade.

Tenho pessoas que fazem parte do meu dia a dia, mesmo estando distantes, distantes pertinho ou muuuuito distantes, saõ pessoas especiais a quem gosto de dedicar meu tempo e meu coração.

Com elas aprendo, ensino, rio, choro e confidencio, me apaixono e desapaixono, mas continuo amando. è a essas pessoa que dedico este post,nao nomearei a todos, somente alguns... mas é dedicado à todos sem distinção.

Má, por seu carinho, sua atenção e seu amor incondicional a esse seu amigo irmão aqui, te amo. Pluto (Boris) pelas aulas de espanhol, ou como você diz, treino, pois segundo vc ja falo muito bem o espanhol, por seu carinho, nossas risadas, me apresentar toda sua coleção de miniaturas de animações, te quiero mucho! Yurijoe, a vida ensina... mesmo vc aprontando por ai! Vou tirar tua carteirinha.... te dedico meu querido! Cadu... perto e longe ao mesmo tempo, és mais que especial! Cléo, que me ensinou tanto em tanto tempo... ahhh vc sabe o que vc significa. Michelly...minha gata garota, linda diva e poderosa, um talento gigante com quem ainda terei a honra de dividir muitos palcos... te amo... tassy, minha eterna Cu... sussega garota...ehehehe...

Estes são so alguns dos amigos que amo... a todos vcs, sem distinção de tamanho amo e guardo no meu coração!!!!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Nova aquisição!!!!


NOVA AQUISIÇÃO - SÓ PARA QUEM É PRIVILEGIADO!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Cada um sabe a cor e malícia de ser o que é!

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

DECLARAÇÃO DE AMOR!



LInda música pro " músicas que fazem parte"

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Dias como hoje me matam!

Minha cabecinha taááááá doennnndo!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Imperdível!!!!!!!

Mary e Max

Estreia de Adam Elliot na direção de longas metragens – anteriormente, ele havia dirigido curtas como Harvey Krumpet, vencedor do Oscar 2003 de melhor curta animado – Mary e Max é uma dessas agradáveis surpresas que o cinema nos reserva. Abriu o Festival de Sundance, ganhou o Crystal Bear (prêmio para a nova geração) no Festival de Berlim 2009, entre outros.
Desenvolvido com a técnica do stop-motion e finalizado com a ajuda da computação gráfica, o filme é baseado em fatos reais, sobre a amizade entre uma menina australiana de 8 anos e um novaiorquino de 44. Ela é gordinha, desajeitada, muito curiosa; sua mãe é uma alcoólatra depressiva e seu pai trabalha numa fábrica de pregar cordões nos saquinhos de chá. Ele é um senhor que sofre da Síndrome de Asperger, recluso em sua casa, seus pensamentos lógicos e seu vício em cachorro quente de chocolate (!). Ambos são cheios de pensamentos filosóficos sobre a vida, que só diferenciam-se pela diferença etária. Quem nunca fez as perguntas de Mary quando criança? Quem nunca teve pensamentos de tangência com a teoria de Max, em algum momento da vida?
Inicialmente, é possível pensar que trata-se de uma animação de história engraçadinha e clichê, mas o que se vê é um drama cômico envolto por diversas camadas, que se mostram aos poucos para o público e impressiona pela densidade do roteiro e pelos rumos inesperados que história toma.
A animação tem como principal fonte de humor a complementação imagem-narração. A graça advém da irônica controvérsia entre o que é mostrado e o que é falado.
O filme critica a sociedade-do-pouco-contato em que vivemos, mostrando os vícios e as fobias dos personagens, não só dos protagonistas como também dos coadjuvantes, como a mãe e o vizinho de Mary; a vizinha e os cidadãos que Max observa.
Mary “vê” tudo em tons marrons, enquanto que Max “vê” tudo em preto-e-branco. O que acontece quando as duas visões de mundo se encontram é tristonho, mas profundo e muito bonito. A sensação tida, quem sabe, pode ser a de comer leite condensado na lata, com o seu melhor amigo.
Como disse a escritora Ethel Mumford: “Deus nos dá familiares. Ainda bem que podemos escolher nossos amigos”.
Mary e Max (os personagens e o filme), encantam e emocionam do começo ao fim, assim como a bela trilha sonora instrumental. Uma overdose muito bem vinda de originalidade.
Uma frase, aparentemente simples, dita pelo médico de Max, Dr Hazelhof, resume o filme: “a vida de todo mundo é como uma longa calçada. Algumas são bem pavimentadas, outras (…) têm fendas, cascas de banana e bitucas de cigarro”.
Se for para viver uma história linda e ímpar como a de Mary e Max, eu prefiro que a minha calçada seja bem defeituosa. Só procuraria um pouco de tinta para pintar o meio-fio!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Comer Rezar Amar!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Adivinha quanto eu te amo - Um lindo livro

Em minhas andanças pelas livrarias, ás vezes me deparo com preciosidades. Essa semana aconteceu essa mágica.
A história de um coelhinho que decide dizer ao pai o quanto o ama.
O espaço do quanto cabe o amor é pequeno demais para ser dito.
Uma verdadeira história de amor e dedicação...
Na internet vc acha o texto pelo nome do livro
 mas as ilustrações, compõem essa linda história... Não resisti, comprei!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Definições sobre mim!

Achei perfeito para me definir!



Eu nunca fui um moço bem-comportado!
Afinal, nunca tive vocação pra alegria tímida, pra paixão sem beijos quentes ou pro amor mal resolvido sem soluços. 
Eu quero da vida o que ela tem de cru e de bonito. 
Não estou aqui pra que gostem de mim. Estou aqui pra aprender a gostar de cada detalhe que tenho. E pra seduzir somente o que me acrescenta. 
Sou dramático, intenso, transitório e tenho uma alegria em mim que as vezes me cansa. 
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes ...Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. 

Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer: - E daí? eu adoro VOAR! 

O escondido pra mim é bem melhor, e o perigoso é divertido. Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo. Também sei chorar todo encolhido abraçando as pernas. 
Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa.

Venha a mim com corpo, alma, voracidade e falta de ar... Eu acredito é em suspiros, mãos massageando as costas, o peito ofegante de saudades intermináveis, em alegrias explosivas, em olhares faiscantes, em sorrisos com os olhos, em abraços que trazem paz pra minha vida. 
Acredito em coisas sinceramente compartilhadas. 
Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma, no toque mesmo, na voz, ou no conteúdo. Eu acredito em profundidades. 
E tenho medo de altura, mas não evito meus abismos.

São eles que me dão a dimensão do que sou.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Pensa nisso...

Por um minuto que seja...pensa nisso... veja o vídeo e reflita um pouquinho sobre sua vida.. será que realmente é tudo como vc pensa e acha que tem que ser?!

Reflexão do dia!

O dinossauro tem que ser morto no ovo, antes da choca pois se ele nascer f... é o seu rabo que ele vai morder!!!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Síndrome de sexta feira!

vai chegar as 21hs e nao chega as 18.

Amo muito esse Garotão!

Perfil: Calvin

Hoje estou começando uma série de posts que eu pretendo fazer, onde vou tentar traçar um perfil dos personagens dando a origem e o porque deles terem esses nomes, algumas características próprias e algumas curiosidades. Pros fãs, talvez, a maioria das informações já sejam conhecidas, mas pra quem está entrando em contato agora com a tirinha poder ser um prato cheio pra tentar se aprofundar um pouco.

Como não podia deixar de ser começaremos pela nossa personagem principal, nosso menino treloso que todo mundo adora, o Calvin.

Calvin

Calvin, o menino de imaginação fértil, que tem como melhor amigo um tigre, que para muitos não passa de um bichinho de pelúcia, mas que para ele tem vida e é seu companheiro para todas as horas, teve seu nome inspirado no famoso teólogo John Calvin (1509-1564), ou João Calvino, no bom e velho português, que acreditava na predestinação. Fato que pode ser facilmente percebido nos diálogos de algumas tirinhas mais “filosóficas” onde o tema predestinação é recorrente.


Com 6 anos Calvin é uma criança normal, como muitas outras. Não gosta de ir pra cama, e nem de tomar banho, dá trabalho pra comer e é muito hiperativa. Seus pais, a babá Rosalyn, sua vizinha Susie Derkins e por muitas vezes Haroldo, seu fiel companheiro, são as vítimas das suas peraltices, que quando combinadas com a sua imaginação, ganham proporções estratosféricas levando qualquer um à loucura.
Sua vítima principal é a Susie. Vizinha e colega de classe, a coitada tem sua vida infernizada por ele o tempo inteiro. Desde supostos lanches estranhamente bizarros até planos infalíveis, que sempre falham, para tentar acertá-la com bolas de neve. Mas tenho eu que tudo isso é por uma justa causa. Quem nunca, quando pequeno, perturbou aquela garotinha que mais tarde veio a ser seu primeiro amor? Não sei se este é o caso do Calvin, por que não me surpreenderia se ele fizesse isso só de levado mesmo, mas tenho minhas dúvidas.
Como já foi dito, a imaginação dele é incrivelmente fértil, e isso pode ser visto nos diversos alteregos que ele possui. Cosmonauta Spiff, Tracer Bullet, Homem Estupendo, sem falar nos dinossauros, lobisomens, jacarés e outros seres que ele incorpora quando sua imaginação está a mil. Cada um contém uma característica própria que só se “revela” em determinadas situações, como por exemplo, o Cosmonauta Spiff que geralmente aparece na escola, quando, ao invés, de estar prestando atenção na aula, Calvin está sonhando acordado, e os professores se transformam nos temíveis Zorgs e ele, valentemente, tem que derrotá-los.

Apesar de se comportar como qualquer criança de sua idade, ele não é de todo comum. Calvin apresenta muito das facetas do seu criador, o Bill Watterson, e isso o torna uma criança singular, que muitas vezes apresenta pensamentos e linguagens que não batem como seu perfil de idade, mas que são apresentadas de forma tão genial que você acredita que ele está falando realmente isso.


Calvin nas palavras do seu criador:

"O nome Calvin veio de um teólogo (Calvin, Jean -- 1509-1564) que acreditava em predestinação. A maioria dos leitores acredita que o nome Calvin veio do nome de um filho meu, ou então que o personagem foi baseado nas memórias da minha própria infância. Para falar a verdade, eu não tenho filhos e, na minha infância, eu fui uma criança muito calma e obediente -- praticamente o oposto de Calvin. Uma das coisas mais divertidas em escrever sobre o Calvin é que geralmente eu não concordo com as suas atitudes...
Muitas das facetas do Calvin são na verdade faces de mim mesmo. Eu suspeito que grande parte de nós envelhece sem crescer, e dentro (às vezes não tão dentro) de cada adulto existe uma criança que quer que tudo aconteça de acordo com a sua vontade. Eu uso o Calvin como um modo de deixar a minha imaturidade fluir, como uma maneira de manter a minha curiosidade sobre o mundo natural, como uma maneira de ridicularizar as minhas próprias obsessões, e, como uma maneira de comentar sobre a natureza humana. Eu não gostaria de ter o Calvin na minha casa, mas no papel, ele me ajuda a levar a vida e a entendê-la." - Bill Watterson

domingo, 12 de setembro de 2010

Coragem e amor!

Quanto vale um amigo de verdade!?

As vezes a gente se pergunta o valor de um verdadeiro amigo... e posso sinceramente dizer, um verdadeiro amigo não tem preço!
Poderiam me oferecer planetas, estrelas, os maiores tesouros, mas por nada desse mundo trocaria meus verdadeiros amigos, que são poucos, mas são verdadeiros!
Tenho amigos que me entendem, que me acompanham e que me dão forças. Tenho amigos amigos, amigos amores e amigos irmãos.
 Aos amigos amigos, divido meus dias, ao amigo amor dedico minha vontade de construir uma vida juntos e minha dedicação, aos amigos irmãos dedico meu coração e coisas que não é a qualquer pessoa que dedico.
Hoje posso dizer que sou uma pessoa abençoada, tenho um amigo amor, alguns amigos amigos, e uma verdadeira amiga irmã.
Poderia dedicar este post a várias pessoas, mas dedico aos meus amigos.
Cada um tem um pedaço do meu coração.
À minha grande amiga e irmã, Má, mesmo estando distantes é contigo que conto quando preciso me abrir, naqueles momentos em que nossos amigos amigos e amigo amor não podem nos ajudar... e é assim com você também.
Sei que mesmo não acertando, tenho sua amizade e sua compreensão...este post é dedicado à ti, minha amiga e irmã, a quem amo muito e desejo a maior felicidade do mundo!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Para que serve uma relação? 'Drauzio Varela'

Uma relação tem que servir para você se sentir 100% à vontade com outra pessoa,
à vontade para concordar com ela e discordar dela,
para ter sexo sem não-me-toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado.

Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas,
para ter alguém que instale o som novo enquanto você prepara um omelete,
para ter alguém com quem viajar para um país distante,
para ter alguém com quem ficar em silêncio sem que nenhum dos dois se incomode com isso.

Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir, e quase sempre,
estimular você a ser do jeito que é,de cara lavada e bonita a seu modo.

Uma relação tem que servir para um e outro se sentirem amparados nas suas inquietações,
para ensinar a confiar, a respeitar as diferenças que há entre as pessoas,
e deve servir para fazer os dois se divertirem demais, mesmo em casa, principalmente em casa.

Uma relação tem que servir para cobrir as despesas um do outro num momento de aperto,
e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia,
e cobrirem o corpo um do outro quando o cobertor cair.

Uma relação tem que servir para um acompanhar o outro no médico,
para um perdoar as fraquezas do outro, para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo,
e para os dois abrirem-se para o mundo, cientes de que o mundo não se resume aos dois.

Se entendessemos assim, não haveria tantas pessoas sozinhas....

Lições do Dia

ATITUDE É TUDO!!!

Seja mais humano e agradável com as pessoas.

Cada uma das pessoas com quem você convive está travando algum tipo de batalha.

- Viva com simplicidade.
- Ame generosamente.
- Cuide-se intensamente.
- Fale com gentileza.
- E, principalmente, NÃO RECLAME!

Saudade é o amor que fica!!!!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Aceitando as coisas como devem ser!

Em toda relação, ou melhor, em toda situação é preciso levar em conta como agimos. Será que estamos persistindo porque faz bem, porque esperamos ter sucesso? Ou será que estamos teimosamente tentando fazer virar uma situação que não tem a menor possibilidade de dar certo? Auto-destruindo-nos, abandonando nossos sonhos, destruindo o outro? Pois é: teimosia ou persistência? Burrice, ingenuidade ou lucidez, inteligência emocional?

Assim tomamos nossas decisões. Ora com clareza, ora com a cegueira que nos cabe. Em relacionamentos amorosos é tudo mais complexo – as emoções estão à flor da pele… Tendemos por isso, ficar mais do que deveríamos. A cobrar mais do que poderíamos. A confundir tudo e pensar que estamos no caminho… Quando, na verdade, estamos é nos distanciando do centro – do outro.

“A mente MENTE!”, dizia-me um amigo. E, quanto mais dermos ouvidos a esses nossos pensamentos tresloucados, mais fácil entramos numa fria – do tipo AUTOBOICOTE. Ou seja, deixamos de lado a ideologia do viver bem para, num rompante quase sadomasoquista, viver mal. E, nisso tudo, que diferença faz se é amor ou paixão? Quase nenhuma.

A bola ainda está conosco. E, nesse contexto, mais do que discutir o teor do sentimento, o melhor mesmo é viver, arriscar, entender que tudo o que é demais não tem importância se tivermos para onde voltar.

Então, persistir é humano. Errar também… Ou seja, fica mais fácil errar menos quando sabemos que, se não der certo, vamos ter acolhida. Vamos poder voltar atrás, dar meia volta, retomar do zero uma nova oportunidade. Fácil, não?

Não é fácil entender que erramos. Que o amor não é para sempre. Que as nossas decisões e escolhas de vida podem ser mudadas toda vez que desejarmos.
Fica então o bate boca normal daqueles que entendem que o que começou tem de acabar. Comeu a carne tem que roer o osso etc, etc, etc…

Será mesmo que não dá para refletir sobre nossa situação atual e buscar uma atitude? Será mesmo que precisamos nos condenar a qualquer tipo de relação só porque, em algum momento, fizemos a escolha?

Viver louco de amor é muito bom. Bom enquanto há troca, enquanto dá prazer. Viver louco de amor por outro que não está nem aí é dependência. Amar demais, como gosto sempre de reforçar, não tem problema se entendermos que não é a quantidade que conta e sim o como. O como podemos incluir o outro na nossa vida sem abrir mão da nossa identidade, da nossa essência.

Por isso, talvez os poetas, os romancistas tenham vivido tão bem grandes amores. Tantos quanto lhes foi possível amar. Isso é ruim? Diria a você que, ao contrário, é um privilégio para poucos. Para aqueles que aceitam correr riscos. Que compreendem a diferença do que faz bem e do que não faz. Entre experimentar e abrir mão – desapegar. Abrir-se para o novo.

Ao final da contas, vale sempre lembrar: não há nada que possamos levar conosco em outras vidas. Não há nada além das emoções… Talvez por isso insista tanto em manter a reflexão sobre o que estamos fazendo com nossas vidas – enquanto discutimos o que é certo e o que não é!

Certo é tudo o que podemos fazer no momento em que estamos fazendo. Isso quer dizer que não erramos? Não. Quer dizer apenas que, quando estamos presentes, sintonizados com a realidade, podemos sempre nos desculpar, voltar atrás, mudar o compasso, o passo, escolher outro caminho…

O outro irá aceitar? Perdoar-nos? Talvez! E quanto a isso nada a fazer. Somente viver, caminhar, manter-se em movimento…

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

O primeiro dia do resto de minha vida!

Chega um momento na vida da gente que temos que tomar decisões sobre o futuro, sobre nossas vidas ou nossas carreiras.
ESta semana tive que tomar essa decisão e meu coração e intuição me guiaram...lógico que agi também com a razão e acredito ter acertado na escolha!
Torçam por mim meus queridos pois o futuro me reserva coisas fantásticas,,, e eu vou ao infinito e além!

sábado, 24 de julho de 2010

De volta pro meu aconchego!!!!


Após algumas semanas afastado, estou voltando para onde manda meu coração!
É meus queridos amigos estou aqui de volta, querendo deixar o tempo atemporal fluir.
Hoje só quero agradecer a pessoas importantes no meu dia a dia, que fazem parte constantemente das minhas realizações... amo vcs... desculpem por não citar todos, apenas alguns, mas todos estão no meu coração. Flá, Má, Cadu, Carol, Angie, Jo, Chris, Lipe e todos os meus amigos que moram no meu coração!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Aqui começa a série - Músicas que tocam o Coração



Resolvi começar uma série de músicas que tocam o coração. Daqui pra frente, acompanhe alguns clips que marcam a vida e que fazem parte de histórias inesquecíveis!!!! Beijos no coração...

Obrigado às pessoas que se fazem presentes todos os dias na minha vida, as quais não preciso nomear... mas que sabem o quão importante são em minha vida!!!! Pessoas por quem me apaixono todos os dias!!!! Amo vocês!!!!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Novos filmes...adivinha qual é!!!!





Brincando de filmes... adivinha que filme é!!!





sábado, 10 de julho de 2010

Almas perfumadas - Drumond

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta.
De sol quando acorda.
De flor quando ri.
Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.
Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça.
Lambuzando o queixo de sorvete.
Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher.
O tempo é outro.
E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.
Tem gente que tem cheiro de colo de Deus.
De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo.
Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso.
Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.
Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra.
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria.
Recebendo um buquê de carinhos.
Abraçando um filhote de urso panda.
Tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.
Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa.
Do brinquedo que a gente não largava.
Do acalanto que o silêncio canta.
De passeio no jardim.
Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo.
Corre em outras veias.
Pulsa em outro lugar.
Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está conosco, juntinho ao nosso lado.
E a gente ri grande que nem menino arteiro.
Tem gente como você que nem percebe como tem a alma Perfumada!
E que esse perfume é dom de Deus.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Das vantagens de ser bobo... Clarice Lispector


Das Vantagens de Ser Bobo - Clarice Lispector

O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando."

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.

Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?"

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.

Naquele dia.....



Aprendi que mais vale a pena amar e sonhar!!!!!

Delírios!!!

Cérebro dói, chocolate, nuvens fofinhas, uma cama bem quentinha... quero colo cama e chocolate.
Dormir...
Sonhar...
Viver...
Talvez!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Mágicas podem acontecer

Enquanto não retorno, aproveitem esses vídeos, e sim, a mágica está em todo lugar...deixe-a acontecer! Eu acredito em mágica!!!







Sobre a Ausência!!!!


Meus queridos amigos e seguidores do Tempo Atemporal, quero pedi desculpas a todos pela minha ausência, que deve se estender por mais uma semana. O motivo é estar escrevendo o texto para a peça que comentei anteriormente.
Em uma semana estarei com o texto pronto e novamente postando por aqui... mas não desiste não... a Blogosfera não ficará abandonada... só vai hibernar durante uma semana, tirar um tempo para investir em um projeto pessoal que resolveu sair da gaveta! Obrigado pelo carinho de todos!!! Daqui uma semana nos vemos de novo!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

A mulher mais bonita do Século XX


Não é a toa que minha paixão por essa maravilhosa artista é o que mais prezo. Jamais Haverá mulher como ela.

A atriz Audrey Hepburn foi escolhida em votação popular como a mulher mais bonita do século 20. A pesquisa foi promovida pela rede de vendas pela televisão "QVC".

Em segundo lugar ficou a cantora Cheryl Cole, do grupo inglês Girls Aloud, e na terceira posição aparece Marilyn Monroe.

As atrizes Jennifer Aniston e Grace Kelly e a princesa Diana também aparecem entre as dez mais bonitas do século.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Sob o olhar de Capitu!!!


SE você fosse Capitu, como contaria toda a história?????
Vem Aí, uma peça única... Aguardem!

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O melhor senso de humor!!!!




Adoro esse sarcasmo... amo esse garoto!

No futuro... serei exemplo




Espero poder mostrar isso pro meu filho um dia!!!

Uma imagem vale mais que mil palavras!!!!



Só para dizer aos meus amigos o quanto eles são especiais... não preciso nomeá-los eles simplesmente sabem quem são. Amo vocês!

domingo, 27 de junho de 2010

Gentileza Gera Gentileza!


Dedicado à algumas pessoas especiais...Cadu e Má... Gentileza gera gentileza!
Palavras pouco usadas hoje em dia, mas que sabemos ser capazes de disseminar por este mundo tão esquecido delas.
Com Licença e Obrigado... palavras tão esquecidas quanto o real significado de amor... vamos difundir essa idéia...

Ser pai e Ter pai... qual a real diferença?


Pensamentos povoam minha cabeça durante todo o dia e durante toda a noite, e acreditem, quando converso com algumas pessoas eles parecem vir como uma enxurrada!
Hoje estava conversado com a pessoa que é o maior exemplo de garra e cuidado que pude ter na vida, minha mãe, que foi mais que mãe, foi pai também.
Para quem não me conhece a fundo, tenho pai vivo, mas sinceramente não posso dizer que tive um pai de verdade além de título.
Antes de falar disso, vamos a minha visão de pai! O pai que queria ter tido e que quero ser quando tiver o meu filho!!! Pai é aquele cara amigo, que esta ao seu lado quando você precisa de alguém para aconselhar, para cuidar e contar alguns segredos, coisas de homem sabe (rs), pai é aquele que além de cuidar financeiramente, dar estudo, alimentação, saúde a casa, é o cara que vai ser o super herói, o exemplo, um modelo a ser seguido.
Dentro de 4 ou 5 anos pretendo adotar o MEU filho, uma criança entre 3 e 5 anos, e ser o exemplo verdadeiro de pai que uma criança precisa.
Voltando à questão de ter tido pai, nunca tive meu pai comigo nos melhores momentos da minha vida, tive, mãe, amigos e irmãos, nunca tive um pai nos momentos que mais precisava de alguém do meu lado dando força e dizendo, segura firme... tive mãe, amigos e irmãos.
Daí, você pode me perguntar " mas teu pai, não te deu estudo, comida, saúde, casa pra morar?" e eu te respondo, leia a minha designação de pai dois parágrafos acima.
Nunca tive em meu pai um amigo, nunca tive uma conversa de pai para filho... meu pai nunca esteve disponível para isso, pelo menos não comigo, tenho memórias incríveis do meu pai sendo cara mais fantástico do mundo - com os filhos dos outros!
Ouvi meu pai dizer que nunca pediu pra ter filhos, ouvi-o dizer também que a única coisa que ele não conseguiu dar para a mulher que ele amava (ou seja - a outra) foi um filho.
Que incongruência, que coisa mais triste... hoje, depois de 32 anos não guardo mágoas do meu pai, já foi a época em que chorei com isso, em que tive problemas de estômago por ver meus melhores amigos com pais fenomenais e o meu sempre se escondendo e fingindo que não existíamos... E olha, como isso doeu.
Hoje me orgulho de ser a pessoa que sou graças a pessoa que me ensinou a ser quem sou, minha mãe... Quero sim ser pai, mas quer naõ somente ser, quero SER, com todas maiúsculas proporcionando ao meu filho os melhores momentos da vida dele ao meu lado.
Acredito no amor gratuito de um filho, assim com acredito que colhemos o que plantamos.
Pai é quem cuida,pai é quem esta do lado mas também educa... tenho certeza que serei o melhor pai que uma criança pode ter!!!
Venha meu filho, daqui 5 anos te receberei de braços abertos, pronto para te ouvir dizer, um dia, eu te amo MEU PAI!

Quem é Irracional nessa história?


Vamos falar de amizade, de respeito e de HUMANIDADE... Hoje me peguei assistindo uma reportagem de aproximadamente 45 minutos falando de maus tratos, desrespeito e Irracionalidade, ao mesmo tempo que mostrava respeito cuidados e corações enormes.
A reportagem citada falava sobre animais e sinceramente, em muitos momentos, apertou meu coração a ponto de sentir que ia chorar.
Como um defensor ferrenho dos cuidados aos animais me vi na obrigação de tratar desse assunto por aqui, uma vez que acabei diversificando tanto os assuntos que eu trato em meus textos.
Bom, na referida reportagem, exibida pela Rede Record, várias cenas foram mostradas, e as que mais me chocaram foram as que demonstraram a incapacidade de um ser que se diz HUMANO cuidar de uma criatura, algumas vezes indefesa, a ponto de não lhe dar uma qualidade de vida mínima.
Pessoas queimando animais, retirando animais selvagens de seus habitats, serrando presas, arrancando garras... em que ponto de CIVILIDADE chegamos???? Onde fomos, e onde vamos parar desse jeito?
Não pude deixar de me emocionar com alguns casos, como o Cavalo que ganhou o nome de Queimadinho... dá para imaginar o porque do nome? É exatamente o que se pensa com esse nome... um "adorável" ser, adolescente, inconseqüente e provavelmente sem nenhum tipo de sentimento nem cérebro... pois é a unica definição para uma criatura como essa "acéfala"... colocou fogo em um cavalo vivo? O cavalo foi salvo, mas ainda sofre com as dores das queimaduras que tomaram 60% do corpo do animal... O que você faria com esse ser que feriu tão brutalmente esse indefeso animal? Pensa aí e me responde nos comentários!!!! Vamos ver quais são as idéias...
Me chame de radical, de EcoChato, de verdinho ou do que quiser, mas não aceito maus tratos com nosso meio ambiente e com nossos animais, sejam eles silvestres ou domésticos.
Não é ser radical sabe, mas poxa, alguém parou pra pensar que esses animais tem sentimentos... quem esta sendo irracional nessa história toda?
Vi dezenas de animais, de cães e gatos mau tratados, e pensei muito, como alguém deixa um animal que vive dentro de sua casa chegar ao ponto de sofrer para continuar vivo?
Tenho três cães em minha casa e todos os três foram adotados, são tratados com respeito e carinho, da mesma forma que aprenderam a nos respeitar e amar.
Sou a favor da lei que proibiu animais em espetáculos circences, sou a favor de programas de manutenção ao meio ambiente e de proteção aos animais, sou a favor do Greenpeace e se tivesse a oportunidade, sim, me tornaria ativista!
Esse é meu desabafo de hoje, sinceramente cansado de ver maus tratos com tanta coisa.
OU cuidamos do nosso meio ambiente e de nossos animais, um haverá um dia que não haverá ambiente para cuidar.
Temos a responsabilidade de viver em um planeta saudável... ou futuramente o que nos resta... sermos mais irracionais e retornar à idade das cavernas?
Pensa nisso!!!!!

Este menino podia ser meu Alter Ego!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Algo que dói mais do que amor!!!


HOje uma constatação dolorosa... consegui uma dor maior que a dor de amor não correspondido, que dá e passa... depois de algum tempo.
Dá uma martelada no dedo...passa rápido mas dói muito mais!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

As delícias de ser tio!


Hoje me peguei observando atentamente pequenos detalhes e desenvolvimentos de minha amada sobrinha. Todos já sabem que sou um dos tios mais babões do planeta e que cada novidade é comemorada com a maior empolgação.

O desenvolvimento de cada detalhe e de cada nuance facial, corporal e psicológico de um ser tão pequeno é simplesmente mágico!

NO auge de seus oito meses e meio, hoje enquanto brincava com a Julia (minha sobrinha) observei sua coordenação motora fina, os dedinhos gordinhos puxando as pecinhas do brinquedo, sem nem sequer cogitar deixá-las escapar de suas mãozinhas pequenas e ágeis.

É mágico observar estes detalhes, e quando ela repete os gestos, como a maneira de dar tchau, que muda de repente e segue o gesto que você faz.

Me sinto nas nuvens em poder compartilhar meus dias com um ser tão iluminado e encantador, que traz com o seu sorriso, com suas gargalhadas e com seu jeitinho de passar as mãos pelo meu rosto uma calma tão grande e um amor tão gratuito que fazem pensar nas coisas boas da vida!

Faz oito meses e meio que ela faz parte de nossas vidas e torna nossos dias cada vez mais felizes...e agradeço todos os dias pela dádiva de tê-la comigo!

domingo, 20 de junho de 2010

Reflexões sobre saudade!

Reflexões sobre saudade... dizem ser do Falabella, mas fica a dúvida, vale pela intensidade!

Em alguma outra vida, devemos ter feito algo de muito grave,
para sentirmos tanta saudade...
Trancar o dedo na porta dói.
Bater o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé, doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói
cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.

Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da infância.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.

Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir ao dentista e ela para faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se
amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma
saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.

Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi na consulta com dermatologista como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre
ocupada, se ele tem assistido as aulas de inglês, se aprendeu a estacionar
entre dois carros, se ele continua preferindo Malzebier, se ela
continua preferindo suco, se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos
apertados, se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor, se ele
continua cantando tão bem, se ela continua adorando MC Donald's, se ele
continua amando, se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo!

Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber
como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como
frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de
um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ela está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a
todos os amigos por isso.....
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.

Meu pequeno mundo!


Esta é uma pequena homenagem ao homem que hoje mais amo no mundo... meu afilhado de 4 anos e meio, lindo como só ele, em sua versão ilustração, feita pelo padrinho mais babão do planeta!!!!

sábado, 19 de junho de 2010

Verona... ah Julieta!!!!


Há muito tempo eu não assistia um filme que me deixasse tão empolgado e encantado com locais.
Foi assim assistindo Cartas para Julieta - Altamente recomendável para os que estão bem consigo mesmo, pois se você odeia o amor , ou então esta deprimido por ter acabo um recentemente, esqueça... corte os pulsos que será mais divertido.

Mas falando sério, uma deliciosa comédia romântica que, acima de tudo, nos faz lembrar da importância das pessoas em nossas vidas e no quanto perdemos por deixar os momentos e as pessoas passarem pela gente sem darmos a real chance de acontecer.

Numa das frases de uma personagem ela diz: " Nunca é tarde quando se trata do amor"... OK, ok, nunca é tarde, mas porque perder tanto tempo com medo, insegurança ou receio de será que vai dar certo?

Tudo o que tem que acontecer, acontecerá, se vai dar certo, o tempo dirá...e não só o tempo.
E olha, nada melhor do que descobrir as pequenas nuances de um relacionamento e olhar com outros olhos alguns acontecimentos.

Algumas pessoas são como elas são, e podemos conviver com isso desde que não afete o seu eu , quando se ama, é possível conviver e adequar alguns pontos pessoais, ninguém nunca será igual ao que desejamos que a pessoa certa seja para nossa vida, afinal de contas somos humanos, temos defeitos.

Mas quando o amor é real, tudo pode se adequar.

Um doce filme para adoçar o dia de qualquer pessoa. Cartas para Julieta deixa uma sensação de quero mais, de quero conhecer Verona, de quero viajar pela Itália e conhecer pequenos lugarejos românticos, mesmo que sozinho.

Pra quem curte, um bom filme.... esse não é um blog sobre filmes... para quem gosta indico o www.claquetedez.blogspot.com.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Indignação com mais um pão e circo!!!!



Você gosta de futebol? é fã? torcedor fanático???? Ta bom, você tem o direito de ser, sofrer e torcer. Mas vamos combinar,o Brasil parar por causa de um jogo de futebol????

Sou sincero em dizer, não gosto e nunca gostei de futebol, não consigo entender a graça de ver 11 caras, ganhando milhões para correr atrás de uma bola enquanto milhares de pessoas, das mais diversas classes sociais ficam assistindo alucinadas e esperando que um desse jogadores coloque a bola dentro de uma rede... AHHH me poupe, tanta coisa acontecendo no Brasil... e justamente por causa de um Jogo o Brasil Pára?

Continuamos vivendo em uma política de pão em circo? Seguimos o modelo de Roma antiga? E não, não sou anti patriota, amo meu país com toda a minha força, mas não consigo deixar de me indignar com situações como essas, fechar, lojas, transporte coletivo diminuir a circulação, cinemas, e tudo o mais que deixou de funcionar por causa de um jogo e repito UM JOGO!

Sei que tem muita gente que concorda comigo e citando um amigo que postou hoje no Twitter " Vai Coréia, faz o Brasil voltar ao funcionamento normal!"

Bom jogo para vocês que estão assistindo o jogo, mas olha, tem coisas mais inteligentes e bacanas pra fazer ao invés de perder tempo!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Nada mais nada menos!



Gostoso!!!! Abraço de gatos!!! com carinho, sem arranhões!!!! Ombro quentinho de gato pra dormir e sonhar!

Ordem no caos...ou simplesmente o Caos desordenado!



Alguém aí, por favor!!! É você mesmo que está lendo!!! Não precisa procurar ao redor, estou falando com você!!!

Como está seu quarto hoje, sua casa? seu espaço de trabalho??? Arrumado???? Caso sua resposta seja positiva, te dou meus parabéns!!! Se não, seja bem vindo ao mundo do Caos.

Me deparei com o Caos, a desordem e o total desespero hoje, procurando por um pé de um tênis que, misteriosamente, sumiu! E como não podia deixar de ser, 10 minutos procurando por toda a parte no quarto e onde eu o encontro? aninhando em baixo da cama, onde vive o bicho papão que tem medo de crianças (mas essa história ainda ta sendo criada).

O resultado dessa busca foi uma grande , única e verdadeira constatação, não sei há quantos dias não arrumo meu quarto, ou se por acaso ele esta se rebelando contra mim e provando a teoria da geração espontânea surgida do caos e fazendo surgir a bagunça.

Me olho no espelho e me sinto um adolescente nessas horas, daqueles que a mãe passa o dia gritando "arruma seu quarto menino", e o pior de tudo é olhar no espelho e constatar que a mãe que grita no espelho tem a minha cara ... e diz com toda a força do mundo, toma vergonha na cara menino e vê se dobra logo todas essas roupas!

Desculpa aí, mundo, desculpa aí caos, mas a ordem tem que imperar nesta noite... ou então vou precisar de uma pá para cavar e desenterrar minha cama...

domingo, 13 de junho de 2010

O dia seguinte!



Ficam as flores, ficam os presentes... mas o mais importante o que realmente fica é o amor!!!! Ufa... passei ileso pelo dia dos namorados, mas to pensando aqui, acho que me apaixonei!!!!

Dia dos namorados, tem todo ano, mas neste acabou! Agora é viver o romance!