Pages

domingo, 27 de junho de 2010

Quem é Irracional nessa história?


Vamos falar de amizade, de respeito e de HUMANIDADE... Hoje me peguei assistindo uma reportagem de aproximadamente 45 minutos falando de maus tratos, desrespeito e Irracionalidade, ao mesmo tempo que mostrava respeito cuidados e corações enormes.
A reportagem citada falava sobre animais e sinceramente, em muitos momentos, apertou meu coração a ponto de sentir que ia chorar.
Como um defensor ferrenho dos cuidados aos animais me vi na obrigação de tratar desse assunto por aqui, uma vez que acabei diversificando tanto os assuntos que eu trato em meus textos.
Bom, na referida reportagem, exibida pela Rede Record, várias cenas foram mostradas, e as que mais me chocaram foram as que demonstraram a incapacidade de um ser que se diz HUMANO cuidar de uma criatura, algumas vezes indefesa, a ponto de não lhe dar uma qualidade de vida mínima.
Pessoas queimando animais, retirando animais selvagens de seus habitats, serrando presas, arrancando garras... em que ponto de CIVILIDADE chegamos???? Onde fomos, e onde vamos parar desse jeito?
Não pude deixar de me emocionar com alguns casos, como o Cavalo que ganhou o nome de Queimadinho... dá para imaginar o porque do nome? É exatamente o que se pensa com esse nome... um "adorável" ser, adolescente, inconseqüente e provavelmente sem nenhum tipo de sentimento nem cérebro... pois é a unica definição para uma criatura como essa "acéfala"... colocou fogo em um cavalo vivo? O cavalo foi salvo, mas ainda sofre com as dores das queimaduras que tomaram 60% do corpo do animal... O que você faria com esse ser que feriu tão brutalmente esse indefeso animal? Pensa aí e me responde nos comentários!!!! Vamos ver quais são as idéias...
Me chame de radical, de EcoChato, de verdinho ou do que quiser, mas não aceito maus tratos com nosso meio ambiente e com nossos animais, sejam eles silvestres ou domésticos.
Não é ser radical sabe, mas poxa, alguém parou pra pensar que esses animais tem sentimentos... quem esta sendo irracional nessa história toda?
Vi dezenas de animais, de cães e gatos mau tratados, e pensei muito, como alguém deixa um animal que vive dentro de sua casa chegar ao ponto de sofrer para continuar vivo?
Tenho três cães em minha casa e todos os três foram adotados, são tratados com respeito e carinho, da mesma forma que aprenderam a nos respeitar e amar.
Sou a favor da lei que proibiu animais em espetáculos circences, sou a favor de programas de manutenção ao meio ambiente e de proteção aos animais, sou a favor do Greenpeace e se tivesse a oportunidade, sim, me tornaria ativista!
Esse é meu desabafo de hoje, sinceramente cansado de ver maus tratos com tanta coisa.
OU cuidamos do nosso meio ambiente e de nossos animais, um haverá um dia que não haverá ambiente para cuidar.
Temos a responsabilidade de viver em um planeta saudável... ou futuramente o que nos resta... sermos mais irracionais e retornar à idade das cavernas?
Pensa nisso!!!!!

2 comentários:

Marília K. disse...

Exclente post!
Você não é ecochato... é consciente, meu querido...
Adorei o post. Enquanto o homem não aprender a respeitar os animais, sofrerá.
Meu gato Dorian, como sabes, também é adotado e desde que chegou, há seis anos, traz a nós muitas alegrias, com seu jeito carinhoso e seu amor desinteressado.
O irracional é o homem. Por isso, digo seguramente: gosto de gente, sim, mas igualmente considero os animais.
Beijo, amigo, é por essas e por outras que te amo, imensamente!!

Carlos disse...

O respeito ao meio esta cada vez mais se exaurindo, desaparecendo e vemos isso por tantas catástrofes que vem ocorrendo atualmente. O meio em seu todo está sendo desiquilibrado por atitudes insanas de pessoas que nem sequer param e reflitem... Afinal, chegar a agir tão brutalmente que não observam que suas atitudes estão retornando a si mesmos, total insanidade... O que mais me apavora é ver tanta coisa distorcida, apresentada a todo o momento na mídia que ao invés de dár uma visão consciente a todos, parece que torna-se cada vez mais uma prática de "faça mais, que legal, continue, mas é só em um, não vai dar nada". Meu bebê, como trato meu pequeno Thobias, um Shitzu de 1 ano e meio é meu companheiro e me faz refletir todos os dias em como é bom ter "alguém" a usa espera no fim de cada dia e poder acarinhar ou simplesmente trocar olhares. Estamos no caminho do caos mas que tem jeito se todos dermos as mãos. Ótimo post...